Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Loading...

Seguidores

A Hora do Espanto 2 - 1988 - Dublagem Clássica - Versão Restaurada em Alta Definição - Trial Áudio - 1080p - + Extras



Em uma cidade americana, quatro vampiros se mudam para uma grande casa. Liderados pela sedutora Regine Dandridge, eles parecem ter um particular interesse em Charlie Brewster e em Alex, a namorada dele.


Filme
Titulo no Brasil: A Hora do Espanto 2
Titulo Original: Fright Night Part 2
Ano de Lançamento: 1988
Distribuidoras:
+ No Filmow: http://filmow.com/a-hora-do-espanto-2-t2049/
Arquivo Versão Maior
Tamanho: 6.35 GB
Audio 1: Português - Dublagem Clássica - Herbert Richers
Audio 2: Inglês - 48,0 KHz, AC3, 6 canais, 448 kbps.
Audio 3: Inglês - 48,0 KHz, AC3, 2 canais, 246 kbps.
Legenda : Português/Inglês
Gênero: Terror
Formato: MKV
Qualidade: Bluray 1080p - 16:9, AVC, 23976 FPS, 8000 Kbps.

Arquivo Versão Menor
Tamanho: 1.73 GB
Audio 1: Português - Dublagem Clássica - Herbert Richers
Audio 2: Inglês - 48,0 KHz, AC3, 6 canais, 448 kbps.
Audio 3: Inglês - 48,0 KHz, AC3, 2 canais, 246 kbps.
Legenda : Português/Inglês
Gênero: Terror
Formato: MKV
Qualidade: Bluray 1080p - 6:9, AVC, 23976 FPS, 1500 Kbps.

Remasterizador e Uploader: -=| Don Costa.  |=-

Agradecimentos especiais ao marujo "Zachary Foxx" que forneceu o áudio dublado e o raríssimo vídeo em alta definição (1080p) – do fórum “Original Trilogy”, cujo release não está mais disponível para download em sites que não necessitem de convite para acessar estes arquivos. By. Don Costa



ARQUIVO MAIOR (6.35 GB):
Opção 1: pCloud
Opção 2: UsersCloud
Opção 3: MEGA
Opção 4: Minhateca em 6 Partes (Upando... Aguarde.)


ARQUIVO MENOR (1.73 GB):

Opção 1: pCloud
Opção 2: UsersCloud
Opção 3: Upfile
Opção 4: MEGA
Opção 5: 4shared


TRILHA SONORA (MP3) (477MB):
Opção 1: pCloud
Opção 2: MEGA


HQ FRIGHT NIGHT 2 e FANGORIA MAGAZINE (JPG) (19,9MB)
Opção 1: pCloud
Opção 2: 4shared





INFORMAÇÕES DO ARQUIVO
Créditos e Montagem: TeladeCinema
Este filme nunca foi lançado em bluray. O release desta postagem é uma restauração feita pelo mesmo grupo que restaurou a trilogia original de “Star Wars” (postada aqui) e disponibilizada no fórum originaltrilogy. Mesmo não tendo acesso aos fotogramas originais do filme, os restauradores utilizaram equipamentos e programas avançados para restaurar os releases existentes, conseguindo um excelente vídeo com 1080 linhas de resolução. Não foi possível, contudo, melhorar os áudios na mesma proporção, inclusive o áudio em inglês, pois não existiam fontes de qualidade para isso. Apesar de a Paramount Pictures ter informado, em 2012, que lançaria este filme em bluray, na realidade até agora ele não foi lançado. O único release existente em alta definição é um HDTV em 720p, com uma boa qualidade de imagem. Para os amigos do Tela, eu remasterizei o único áudio disponível em português o melhor que pude, e anexei à restauração criando um Tri Áudio. Foram gerados dois arquivos para esta postagem. Um maior com 6,35 Gb e outro menor com 1,73 Gb. Ambos têm três áudios e a única diferença entre eles é a bitragem de vídeo. As qualidades das imagens são muito parecidas, porém as diferenças ficam evidentes quando assistidas lado a lado em uma tv de alta definição. Para quem tem equipamentos de ponta, recomendo que baixe o arquivo maior. Também envio a trilha sonora do filme, a HQ lançada logo após sua estréia, em inglês, e duas reportagens da revista “Fangoria”, também em inglês.
Image
Image
Image
TRILHA SONORA (MP3) (477 MB):
Oficialmente, esta trilha sonora nunca foi lançada, inclusive porque o filme utiliza, quase que exclusivamente, a mesma trilha do filme anterior. Foram utilizadas somente quatro músicas inéditas em “A Hora do Espanto 2”, além de quatro releituras da música “Come To Me”, que foi criada originalmente no filme anterior. Ainda assim, essas músicas foram lançadas separadamente em várias coletâneas, a partir das quais foram reunidas em um único arquivo disponibilizado aqui. Essa trilha sonora que envio é composta, então, por todos os três discos lançados em 2010, com a trilha original do primeiro filme, comemorando o 25° aniversário de seu lançamento, incluindo um disco com efeitos que contém até uma entrevista dado por Chris Sarandon em 2008, e um disco com as oito composições do segundo filme, totalizando quatro discos. Está no formato MP3.
Image
HQ e FANGORIA MAGAZINE (JPG) (19,9 MB):
Esta adaptação para os quadrinhos foi lançada logo após a estréia do filme e está em inglês. A revista americana Fangoria, especializada em filmes principalmente do gênero terror, fez duas reportagens sobre o filme. As páginas com estas reportagens estão no arquivo, também em inglês. Tanto os quadrinhos quanto as páginas das revistas estão no formato JPG e podem ser abertas em qualquer visualizador de imagens.
Image
Image
Image
Após o sucesso do filme em 1988, Roddy McDowall e o diretor do filme original Tom Holland foram convidados para conversarem com o produtor Jose Menendez sobre a possibilidade de realizarem um terceiro capítulo da saga vampiresca, mas o encontro nunca aconteceu, uma vez que Menendez foi assassinado, juntamente com sua esposa, pelos próprios filhos em 20 de Agosto de 1989, num dos crimes mais chocantes de Beverly Hills. Os assassinos foram condenados à prisão perpétua.
Image
O ator e dublador Bob Bergen, famoso por fazer a voz do personagem “Porky Pig” (Gaguinho), fez os rugidos e outros sons para os vampiros além de forçar suas cordas vocais na gravação dos gritos de mortes. Ao final da sua participação, ele teve que descansar sua voz durante várias semanas.
Image
Os livros que Alex olha na prateleira da biblioteca incluem os seguintes: “O Castelo de Otranto”, conhecido como o primeiro romance gótico, escrito por Horace Walpole; “O Livro dos Vampiros”, de Dudley Wright (publicado originalmente em 1914 sob o título “Vampiros e Vampirismo”); “The Transitive Vampire ” (sem tradução em português), de Karen Gordon (não é um livro sobre vampiros exatamente, mas sim um livro bem-humorado sobre gramática); “Vampiros”, uma antologia de histórias de vampiros, editado por Alan Ryan; ” The Dracula Book of Great Vampire Stories “(sem tradução em português), editado por Leslie Shepard; e várias edições de “Drácula”, de Bram Stoker.
Image
Foi feita uma proposta ao ator Stephen Geoffreys para reprisar seu personagem “Evil Ed” de “A Hora do Espanto” (1985), mas ele recusou pois assumiu o papel de protagonista em “Força Demoníaca” (1988), que estava programado para ser filmado na mesma época. Depois que Geoffreys foi descartado, o roteiro foi revisto e o personagem “Evil Ed” foi rebatizado como Louie, que acabou por ser interpretado por Jon Gries.
Image
O roteirista / diretor Tom Holland foi convidado a retornar para a sequência, mas ele e o protagonista original Chris Sarandon estavam ocupados filmando “Brinquedo Assassino” (1988).
Image
Assim, a direção da obra ficou nas mãos de Tommy Lee Wallace, que já tinha feito trabalhos no estilo terror / suspense, como em “Halloween III: A Noite das Bruxas” (1982) e em episódios de “Além da Imaginação” (1985 – 1986).
Image
Julie Carmen, inicialmente, não estava interessada em assumir o papel. “_O personagem de Regine nada mais era do que uma imitação de Elvira”, disse ela ao Fangoria em uma entrevista de 1988. Depois que o script passou por revisões, ela ficou tão encantada com o papel que rejeitou outros projetos, a fim de garantir que tivesse tempo suficiente para se preparar para interpretar Regine. Ela assistiu ao primeiro filme por inúmeras vezes e tentou imitar alguns dos maneirismos de Chris Sarandon.
Image
Julie Carmen nunca tinha feito uma maquiagem protética antes deste filme, e ela ficou tão assustada durante o processo de criação do molde real de sua cabeça que ela teve um ataque de pânico com o gesso endurecido em seu rosto. Em seguida, foi para casa e começou a chorar lembrando-se dessa experiência. Assim que ela recuperou a compostura, Carmen recebeu um telefonema de um membro da produção, informando-a de que havia ocorrido um problema com o molde e ela teria que fazê-lo novamente no dia seguinte.
Image
O roteiro pedia que o personagem Belle tivesse um visual totalmente andrógino, mas a caracterização do ator Russell Clark ficou tão boa e sua atuação foi tão marcante que muitos espectadores ficaram em dúvida sobre se quem interpretava o personagem era um homem ou uma mulher. O ator, que também é coreógrafo, já tinha feito outros trabalhos, também exóticos, muitas vezes sem ser creditado, como em “Xanadu” (1980).
Image
Em 1988, o filme foi adaptado como uma graphic novel lançado pela Now Comics e disponível para download aqui nesta postagem. Esta adaptação seguia o roteiro do filme e não pertencia à série de quadrinhos “Fright Night” do mesmo editor e que também foi baseada nos filmes.
O filme teve um orçamento de US $ 7,5 milhões e as filmagens duraram 45 dias.
O personagem Bozworth, interpretado pelo ator Brian Thompson, demonstra um grande conhecimento em entomologia já que conhece o nome científico de cada inseto que come e, apesar da imprecisão das grafias nas legendas do filme, os nomes dos insetos que ele pronuncia em cada cena estão corretos.
Image
No roteiro original, a seqüência da luta na biblioteca tinha a intenção de ser uma batalha mais elaborada e acabaria com todas as estantes de livros tombando como dominós. Nesta cena, Alex consegue afastar o vampiro introduzindo rosas em sua boca, após ter lido “Drácula”. Essa é uma das características menos conhecidas dos vampiros. No romance de Bram Stoker foram definidas algumas características do Conde, que foram estendidas aos demais vampiros. Ao lado das já famosas “não ter a imagem refletida no espelho” e “necessitar de sangue para sobreviver”, há as menos conhecidas como “poder controlar o clima”, “transformar-se em névoa” e ser impedido de sair do caixão quando este tem “um ramo de rosas silvestres colocados sobre ele”. As rosas, aparentemente, causam algum dano aos vampiros.
Image
Image
Image
O filme recebeu várias versões diferentes ao redor do mundo. A versão sueca é cortada em cerca de 4 minutos. Entre as cenas excluídas estão os vermes que saem do estômago de um dos vampiros, a morte do vampiro Belle é encurtada e a morte de Regine também é cortada em algumas tomadas. Além disso, a morte de Richie também é encurtada para excluir uma seqüência em que ele é queimado por água benta.
Image
Dois clássicos do cinema são mostrados nas vinhetas de abertura do programa “Night Fright”. O primeiro é “O Lobisomem de Londres” (1935), mostrando a atriz Valerie Hobson gritando ao ver o lobisomem interpretado pelo ator Henry Hull. O segundo é “O Fantasma da Ópera” (1925) e mostra a cena em que a personagem Christine Daae, interpretada pela atriz Mary Philbin, tira a máscara do Fantasma, interpretado pelo ator Lon Chaney.
Image
Image
Regine só revela sua identidade como a irmã de Jerry Dandridge (o vampiro do filme anterior) uma única vez. Ela faz essa revelação à Peter depois da festa. Regine está indo atrás Charley e Peter, porque ela quer vingança pela morte de seu irmão. Essa é a sua única motivação. Porém Peter nunca passa essa informação à Charley e esse assunto não volta a ser tocado no decorrer do filme. Então, ao invés da história de uma irmã planejando vingança, temos “Peter e Charley tentando parar e matar outro vampiro”, como a história principal. Mas esse não foi um erro do roteiro. Foi uma aposta dos produtores que queriam utilizar essa falta de informação de Charley como uma característica importante para o roteiro de uma provável continuação. Infelizmente, essa continuação jamais ocorreria, devido ao assassinato do produtor executivo logo após o lançamento do filme.
Na cena final, Julie Carmen foi substituída pela dublê Dinah Cancer (Mary Ann Sims), vocalista do grupo “45 Grave”, que passava três horas por dia no estúdio só para receber toda a maquiagem corporal. A substituição foi necessária porque Julie tinha enormes problemas emocionais ao receber pesadas camadas de maquiagem. Nesta cena, apesar da pouca tecnologia da época, conseguiram “incendiar” a personagem de maneira bem convincente aplicando as chamas através de superposição de imagens.
Image
Neste filme, novamente, o ator Roddy McDowall (1928 – 1998) rouba a cena. Seu personagem Peter Vincent (homenagem aos grandes astros do cinema Peter Cushing e Vincent Price), simpático e pouco corajoso, é praticamente uma versão cômica de Van Helsing. Ainda assim, o ator consegue imprimir uma dignidade ímpar com seu talento, personalidade e magnetismo pessoal, características que o acompanharam por toda a sua carreira. Com expressões faciais bastante singulares, o ator conseguia se destacar mesmo interpretando personagens coadjuvantes ou escondido atrás de pesadas maquiagens ou espessas máscaras como em “O Planeta dos Macacos” (1968). O ator seria presença garantida em uma provável sequência, principalmente porque grande parte do sucesso da franquia até então era devido à sua presença em cena. Infelizmente Roddy sucumbiu ao câncer e veio a falecer em 02 de outubro de 1998, aos 70 anos, deixando-nos uma obra composta por mais de duas centenas de trabalhos , principalmente no cinema e na tv, ao longo de 60 anos de carreira.
Image
Fontes: Imdb.com, aveleyman.com, conheroes.com, originaltrilogy.com, articles.latimes.com, thatsclassic.net, frightnight.wikia.com, fanpop.com, impawards.com, universalstudioshollywood.com, universalstudios.com e sonypictures.com.

author

Este post foi escrito por: CaNNIbal

Sou Web-Designer,Remaster e trabalho com recuperação de audio e video, Sempre procuro trazer novidades com matérias sobre filmes de terror e todo dia trazer um novo filme para quem é fã e ama assistir um bom filme de terror, trabalho constantemente afim de atingir a minha meta que é adquirir e compartilhar filmes de terror raros,antigos e dublados que marcaram há nossa infância.

Receba E-mail atualizações gratuitas !

5 comentários

caramba meu como tu é imbecil sugo até a postagem com meus textos, larga mão de ser tão cuzão seu otário, verme sugador

Responder

"Muito pelo contrário, quando pego algo de determinados sites, faço questão de creditar a postagem, e nem sempre vejo isso com meus arquivos, porém vai da cabeça de cada um. Não faço cortesia com o chapéus dos outros.

Responder

CANNIBAL TEM COMO REUPAR A VERSÃO MENOR ..TODOS OS LINKS TAO OFF

Responder

o arquivo menor do mega sumil

link quebrado

Responder

Olá Cannibal! Qual a senha pro arquivo da HQ & Magazine?

Responder

Postar um comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam ganhar dinheiro afiliados crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.


1 – Todos os comentários são lidos e se possível respondidos.
2 – Não serão toleradas faltas de respeito.
4 – Link Quebrado é só informar que vamos retirar o mais rápido possível.

Obrigado!

CodeNirvana
«Postagen Anterior Proxima Postagen »
© Copyright 2007/ Cannibal-Filmes| Traduzido Por: Cannibal-Filmes | Designed By Leandro Cannibal